terça-feira, 2 de dezembro de 2008

O MAR, AS ROSAS E PAULO VON POSER





3 comentários:

Clarita - C disse...

nossa, amei a foto do óculos com a rosa ^^ | as outras estão lindas tbm!

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Já havia lhe advertido sobre a poética das imagens. Não o farei novamente. Sou apenas observador a esta altura. Sentado sobre a paisagem, arrisco uns esboços com o canto dos dedos sobre as primeiras areias: arte é um verbo livre de conjugações, porém, mutável, em nada substantivado. É palavra que se move na direção do olhar de quem vê.

Uma rosa é assim, não é amigão?! Alguns apenas vêem a simples rosa. Eu vejo um mar de vagas vermelhas abraçadas umas às outras.

Bom vir aqui, há sempre um abismo lindo no teu olhar! Boas imagens!

Paulo Von Poser é o artista acerca do qual havia falado na resposta do teu comentário. É o cara [da perspicácia] das flores; aqui, é o das rosas... (rs). Você emoldurou o sentido com as tuas capturas. E ainda queres que lhe diga mais o quê?!

Que acumulo intencionalidades no abraço, amigão!

...

sp disse...

As fotografias são muito boas!!!
Parabéns pelo blogue!
Um abraço...