segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

LÁ VEM O PATO

Alexandre Acquiste e Aldy Lima
Sei que estou bem atrasado, mas, mesmo assim, vou registrar aqui os meus sinceros votos de feliz ano novo a todos. Já faz um tempinho que não posto nada no Blog, porque resolvi tirar férias junto com ele. Precisava de um tempo pra mim e também para começar a colocar em prática projetos antigos. Na hora certa, vocês saberão. E vamos combinar, os últimos meses não foram também tão generosos, assim, né? Chuvas torrenciais que arrasaram a região serrana do Rio, alagamentos quase diários em São Paulo, dias intermináveis de calor, incêndio na Cidade do Samba, dúvidas irrelevantes no mundo pop como: “Born This Way” é uma cópia de “Express Yourself”? Natalie Lamour e Darlene são parecidas? Barraco de ex-modelo com o filho na TV. Sem falar na aposentadoria do jogador Ronaldo que teve uma cobertura patética da mídia, com direito até a destaque para uma foto em que ele aparece... fumando. Um pouco demais, né? Enfim, mas também fui a exposições bacanas, li livros que já queria ler faz tempo, assisti a filmes bem interessantes e, aos poucos, vou postando essas impressões aqui.

A quem interessar possa: estou pesquisando o tema da minha próxima exposição, que provavelmente deve acontecer em São Paulo, local e data indefinidos ainda, mas estou bem apaixonado pelo tema. Aguardem! Nesse período sabático também co-escrevi um texto infantil – é a segunda vez que escrevo para crianças –, trata-se de “O Pato, a Morte e a Tulipa: a Contação”, em parceria com o Alexandre Acquiste, do Teatro de Gaia, e que também atua no espetáculo com o ator Aldy Lima. A história é bem fofa e lúdica: dois viajantes narram a história de um Pato que se depara com a Morte e acaba se tornando amigo dela. O texto é livremente inspirado no livro homônimo do premiado escritor alemão Wolf Erlbruch. O espetáculo ficou uma graça, como vocês podem conferir pelas imagens. Tem mais no blog do Teatro de Gaia. As crianças adoraram e, durante este mês de fevereiro (dias 13, 20 e 27), a contação está em cartaz no SESC PINHEIROS, em São Paulo, às 14:00H. Depois segue para uma apresentação no prestigiado Festival de Teatro de Curitiba, no dia 02/04. Vida longa ao nosso rebento então.

Por hoje é só. Admito que o post ficou um merchan bem descarado, mas estou só aquecendo as baterias e prometo voltar em breve com assuntos menos autorreferentes. Então, vamos que vamos. Abração e até a próxima!

3 comentários:

Paulo Braccini disse...

acho q um bom Carnaval cairia melhor ... rs ...

estes recessos na vida são bons mesmo ... nos permitem perceber outras possibilidades ...

;-)

Kleber disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alex M. disse...

Dar um tempo é fundamental pra voltar ainda mais criativo.

Ter você aqui é sempre muito bom. Conhecer seus trabalhos, idem!

Parabéns pela nova obra!