segunda-feira, 16 de agosto de 2010

MICROCONTO


MANEQUIM
Porque não cedeu às suas investidas sexuais, Valdomiro a roubou da vitrine e fez amor com ela.

13 comentários:

Renato Orlandi disse...

Bem feito, não se jogou isso que dá! rs

Gilson disse...

É amigo Luis, só mostra o que o homem é capaz mediante a incapacidade do outro de se defender.
Estava com saudades de vir por aqui, estava lendo o post anterior e me deparei com uma história difícil de se ver e que por isso a mídia tenta deturpar em traduções mal feitas.

Abs

Paulo Braccini disse...

pô meu ... estupro é crime ... rs

muito bom queridão

bjux

;-)

Cleyton Cabral disse...

O bom é que ela não vai sentir quando o Valdomiro enfiar. rs

Dan disse...

Ah, ela tem cara de quem se faz de difícil, mas que provoca... até acontecer uma coisa dessas. Tem muita muher assim por aí. eheheh

Eu 'si' divirto!
bj

RAFAEL disse...

Pô até eu roubava da vitrine...rs rs rs.

O divertido é ler o comentario do pessoal...cada um com sua interpretação..bom demais.

abração Luis...boa semana

Marcos Santiago disse...

Se foi amor, foi com permissão! Quem sabe ela não tivesse cedido? (risos)
As vezes difícil, as vezes sedutora?

pauloveras disse...

kkkk Não deixa de ser hilário. Há algum tempo li algo sobre isso. E olha, ha um certo fetiche sobre isso, sobre esses seres inanimados. No blog, escrevi algo sobre isso com o nome de Agalmatofilia. Quando der, da uma passadinha lá. Abraços

Joel Vieira disse...

Lendo o post me veio em mente homens que tem taras por bonecas infláveis!
Cada um com seus fetiches né
kkkkkk

Marcio Nicolau disse...

Luis, gostei do blog. Estou seguindo e convido vc a me visitar no www.espacointertextual.blgospot.com

Abração.

Athila Goyaz disse...

ainda bem que foi amor...
hehe abraços!

Eduardo Araújo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Alex disse...

Muito bom, o microconto! Parabéns!

Sequestrou, transou. Arrependeu-se. Ela era mesmo frígida!